O ingresso de uma criança na escola, principalmente quando é sua primeira escola, marca o início de um processo rico e contínuo: o progressivo crescimento da criança como um indivíduo autônomo.

Esse período, comumente denominado “adaptação”, implica novas posturas dos pais, conquistas para as crianças e um atento trabalho pedagógico dos educadores. Para os pais, o sentimento predominante é a insegurança provocada pelo desconhecido. Afinal, agora serão outros adultos que acompanharão seus filhos durante boa parte do dia. As crianças viverão, pela primeira vez, a experiência de não ter exclusividade. Seus professores irão dividir sua atenção com as outras crianças.